Terça-feira, 13 de Dezembro de 2005
Aguardente com açúcar (Parte I)

Aguardente.JPG

D
espe o seu véu de pessoa

Trinca os seus lábios

Diz palavras à toa

Quebra um espelho

Sacode os seus cabelos

Pinta os lábios de vermelho

Esfrega os olhos com água fria

Saboreia um morango

E depois uma fatia de abacaxi com açúcar

Dança o tango

Dá um mergulho na piscina

Come umas torradas

Abre a mão e lê a sina

Bebe aguardente como se água fosse

Come mais umas torradas com muito doce

Muito doce…Mais aguardente como água

Como água,

Para amargar a felicidade

E esquecer a mágoa…

Despe-se

…E fica nua.

 

João Amendoeira Peixoto (poema e imagem)

in Apologia, Folheto Edições, 2009.



publicado por Joao Amendoeira às 14:28
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Poeta Amigo a 17 de Dezembro de 2005 às 17:10
Amiga Flor, o poema que escrevi não é pessoal, e porquê mágoa, porque não, festejar a felicidade…? Abraço ;)


De Giraflor a 16 de Dezembro de 2005 às 13:16
Menino João...afogar as mágoas em aguardente fáz mal! Não abuses sim?=) Gostei muito...fico à espera do próximo(como sempre!). Despe essa mágoa...ok? Beijo grande**


De Maria do Cu Costa a 15 de Dezembro de 2005 às 20:34
Um "saltitar" colorido nas palavras deste poema, fico aguardar a parte que se segue.
Beijinho, João.


Comentar post

SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Oceano

Sentimentos apetecidos

Alambique

Apetece

Hollywood, Chá Preto e Pa...

Sonhadora

Pelos Olhos (Parte III)

Pelos Olhos (Parte II)

Pelos Olhos (Parte I)

Amigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Abril 2012

Fevereiro 2012

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

BLOGUISTAS
Em Fuga Júlio Perestrelo Umbigo na testa Mandarina Momentos e Olhares O Chapelhudo Próximo Futuro Rotação dos Tempos Sem Linhas
SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
blogs SAPO
subscrever feeds