Quarta-feira, 31 de Agosto de 2005
O Leve Embalo

floresl.JPG

A

s palmas das minhas mãos

São dóceis pedras que sentem as palavras...

Deslizam em suas colinas

Suavemente e deveras rente,

 

Rente a cada recordação

De cada em cada dia...

Que preencheu este coração

Dócil e frágil mas cheio de poesia,

 

As palmas das minhas mãos

Contêm cada recordação

Como fosse uma menina que canta sem cansaço o leve embalo

Que nas colinas entoa o sereno aceno das flores.

 

Das manhãs e rente aos dias

Prosseguirei cultivando este coração de Poeta

Até que as mãos se unam num aplauso insonoro.

Para trás, ficou um silêncio nas palavras

 

Veladas em tons de papel,

Não um silêncio de lágrimas do passado

Mas um silêncio consumido noutra idade

Por detrás de amores e rancores,

 

Destemido e enevoado em paixões mal curadas,

Mas com tanto de saudade.

 

Sirius Andersen (heterónimo de Maria do Céu Costa e João Amendoeira Peixoto)



publicado por Joao Amendoeira às 12:04
link do post | comentar | favorito

9 comentários:
De Lus a 1 de Setembro de 2005 às 02:20
:-) Já comentei no blog da Maria do Céu.
Um abraço


De Mnica a 31 de Agosto de 2005 às 22:44
Ah poetas! Muito bem! Parabéns aos dois por este lindo poema! Beijos


De AlmAdormecida a 31 de Agosto de 2005 às 22:12
Depois de um tempo ausente voltei =)
E como sempre gostei muito dos poemas que foi apresentando. Este nao poderia estar melhor, expressarmos nos por palavras e termos coragem para mandar o que nos incomoda para tras, pois afinal é passado!
Passarei sempre por ca, sempre que conseguir pois a minha net agora impossibilita-me...enfim..
Boa Continuaçao!

Beijos Adormecidos***


De Sofia L. a 31 de Agosto de 2005 às 18:29
João, acho este "leve embalo" está muito bom. Beijo.


De Jos S. a 31 de Agosto de 2005 às 16:20
Acho este tipo de comentários :) uma enorme falta de respeito pelo empenho com que todos, ou quase, se dedicam a este espaço.
É uma boa maneira de promover o nosso blog passando ao mesmo tempo a mensagem: "estou-me borrifando para aquilo que escreveste". Não aconteceu no meu blog mas verifiquei esta "ocorrência" em blogs amigos, por quem tenho a maior consideração. Por isso não vim nem nunca virei aqui ou a qualquer outro blog que faça comentários deste tipo, com o fim de apreciar o seu trabalho.


De Maria a 31 de Agosto de 2005 às 13:50
Ah! E gosto muito da nova apresentação (que deve ser nova para mim...)


De Ana Brunini a 31 de Agosto de 2005 às 13:42
"Deus foi generoso comigo porque me deu memória.
Ele sabia que, no inverno, eu poderia sempre
RECORDAR a primavera, e sorrir".
Beijos :)


De Maria a 31 de Agosto de 2005 às 13:29
Não conseguia entrar no teu blog e pensava que já não etava activo. Afinal era o meu link que estava mal definido! É um belo poema, já o tinha apreciado no sítio original.


De docerebelde a 31 de Agosto de 2005 às 12:37
Mantêm essas recordações na palma da mão, enquanto te agradarem retêm-nas, quando assim não for SOLTA-as.......Feliz dia! Bjs


Comentar post

SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Oceano

Sentimentos apetecidos

Alambique

Apetece

Hollywood, Chá Preto e Pa...

Sonhadora

Pelos Olhos (Parte III)

Pelos Olhos (Parte II)

Pelos Olhos (Parte I)

Amigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Abril 2012

Fevereiro 2012

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

BLOGUISTAS
Em Fuga Júlio Perestrelo Umbigo na testa Mandarina Momentos e Olhares O Chapelhudo Próximo Futuro Rotação dos Tempos Sem Linhas
SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
blogs SAPO
subscrever feeds