Domingo, 21 de Agosto de 2005
Para onde vais?

A

s árvores ardem

O céu já não é azul

A lua perdeu o brilho

As folhas perderam a cor

As estrelas perderam o trilho

Foram embora os campos em flor

Os velhos perderam as lágrimas

As crianças perderam a ilusão

Chovem cinzas sem piedade

Chovem vozes de desilusão

As chamas em tempestade,

Para onde vais Portugal

Sem o teu coração…?

 

João Amendoeira Peixoto



publicado por Joao Amendoeira às 15:57
link do post | comentar | favorito

8 comentários:
De antnio a 25 de Agosto de 2005 às 12:51
Adorei o blog. visitem o meu blog e recomendam-o. chauxau. há e comentem


De Snia a 24 de Agosto de 2005 às 13:54
sim ... para onde vai...

beijinho grande


De carolina a 23 de Agosto de 2005 às 12:31
muito bonito e verdadeiro... para onde vai Portugal.. para que caminho se dirige... um beijo.


De castor a 23 de Agosto de 2005 às 03:06
Um grande poema à tristeza; infelizmente, todos os poemas relacionados com o fogo são grandes tributos e formam grandes homenagens porque são sentidos, são quase reais; é a forma do poeta expressar a sua dor;


De Vampiria a 22 de Agosto de 2005 às 22:49
Bonita maneira de dizer as coisas...bjnhs**


De Maria do Cu a 22 de Agosto de 2005 às 22:44
Fico contente por encontrar aqui este teu poema. Beijinhos.


De Mnica a 22 de Agosto de 2005 às 22:39
Pois é o nosso Portugal também anda tristinho, com tanto incêndio, com tanta dificuldade, não pode nunca é perder a paixão de ser único, de ser Português!! Já estava com saudades de um poema ;-) Beijos


De Piedade Araujo Sol a 22 de Agosto de 2005 às 10:18
Muito real, muito sentido....


Comentar post

SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Oceano

Sentimentos apetecidos

Alambique

Apetece

Hollywood, Chá Preto e Pa...

Sonhadora

Pelos Olhos (Parte III)

Pelos Olhos (Parte II)

Pelos Olhos (Parte I)

Amigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Abril 2012

Fevereiro 2012

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

BLOGUISTAS
Em Fuga Júlio Perestrelo Umbigo na testa Mandarina Momentos e Olhares O Chapelhudo Próximo Futuro Rotação dos Tempos Sem Linhas
SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
blogs SAPO
subscrever feeds