Sábado, 26 de Fevereiro de 2005
Pensar o pensamento
Não sei quem é…
Mas...

Vejo-a, vi-a parada a pensar,
Talvez nos mistérios dos rios
E nos segredos dos bosques por desvendar,
Ouvindo o vento com os sentidos frios.

Está a pensar o pensamento…
A tomá-lo com os olhos.

Pois...

Pois o seu pensamento é o seu nome
E o seu nome é o seu pensamento,
E as estrelas são como as pedras
Que rangem no vento, no sentimento.

Onde? Onde? Onde?

Donde vêm os seus olhos incandescentes?
Pintados ao sabor da sua sombra vazia
Como se naqueles lábios pouco sorridentes
Nascesse sempre mais um dia.

Talvez, talvez, talvez…

Porque a ferida dói.
E a dor, irradiada,
É mal curada.

E então…

É tempo de reflectir,
É tempo de não existir,
De olhar a margem e não pensar,
De fechar os olhos e chorar.

Pois...

Pelo visto, por quem o toma,
Muitos até ouvem o vento,
Expressam nele o pensamento,
Como uma onda, uma onda, outra onda.

(…)

João A. Peixoto


publicado por Joao Amendoeira às 13:46
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

Sábado, 19 de Fevereiro de 2005
Novamente puro
Foi numa barca. Viste-a partir?
Viste-a chorar?
Porque não a viste partir? Porque não a viste chorar?
Partiu, já não vai voltar.

Se voltasse atrás, ficaria a seu lado,
Olhá-la-ia nos olhos e no seu dizer
Decoraria novamente o seu tocar endeusado,
O seu dom de me ver.

E voltarias a amá-la?

Sim, escutaria os seus lábios no seu olhar,
E o céu seria novamente puro.

João A. Peixoto


publicado por Joao Amendoeira às 23:52
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito

Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005
Para além do mar
Este poema foi seleccionado


publicado por Joao Amendoeira às 16:34
link do post | comentar | ver comentários (27) | favorito

Domingo, 13 de Fevereiro de 2005
Sonhos e Flores
Sentei-me a observar-te.
A contemplar todas as tuas cores,
Estendi-me e quis tocar-te,
Beijei-te na mão e no sorriso haviam sonhos e flores.

Olhei-te nos olhos silenciosamente.
Deslumbrei-te, contemplei-te,
Terníssima, ficou rosada de contente,
Sorriste no olhar e depois abracei-te.

João A. Peixoto


publicado por Joao Amendoeira às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2005
Quando os olhos sorriem
floresss.JPGDe um olhar de espanto fez-se um sorrisoDe um olhar tímido surge um lenço branco,Quando os olhos sorriem e só por isso,As flores florescem por encanto.João Peixoto


publicado por Joao Amendoeira às 22:57
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2005
O quadro entre a natureza e a poesia
floramend2.JPGFuig.JPGEntre a natureza e a poesiaHá senão uma pura sintonia.João A. PeixotoMais em Fotografia e Poesia


publicado por Joao Amendoeira às 20:18
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

Sábado, 5 de Fevereiro de 2005
Café e Poesia
jhjhj.JPGPoema seleccionado


publicado por Joao Amendoeira às 19:17
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2005
O Nascimento da Poesia
Poema seleccionado


publicado por Joao Amendoeira às 09:18
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Oceano

Sentimentos apetecidos

Alambique

Apetece

Hollywood, Chá Preto e Pa...

Sonhadora

Pelos Olhos (Parte III)

Pelos Olhos (Parte II)

Pelos Olhos (Parte I)

Amigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Abril 2012

Fevereiro 2012

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

BLOGUISTAS
Em Fuga Júlio Perestrelo Umbigo na testa Mandarina Momentos e Olhares O Chapelhudo Próximo Futuro Rotação dos Tempos Sem Linhas
SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
blogs SAPO
subscrever feeds