Sábado, 12 de Março de 2005
Água lavada

Porquê assim? Diz-me o que é agora?

Não se percebe nada, as cinzas das recordações.

Ainda não se entende, o tempo que demora,

Para entender as emoções.

Não nos falaremos.

Não diremos nada.

O que seremos então em concreto?

Não seremos humanos, não seremos água lavada.

Seremos senão pessoas sem afecto.

 

João Amendoeira Peixoto



publicado por Joao Amendoeira às 12:45
link do post | comentar | favorito

10 comentários:
De Andreia C. Faria a 24 de Março de 2005 às 20:59
gostei em especial deste poema :)


De Giraflor a 18 de Março de 2005 às 21:25
Gostei muito do poema! =) =) bjx**


De blueshell a 18 de Março de 2005 às 18:01
Ok...
mas agora diz cá: adonde te meteste que nunca mais foste lá a casa? Tinha requeijão, queijo da Serra (de ovelha...),doce de abóbora, marmelada, broa, pão de centeio, vinho tinto ou chá de tília; umas chouriças de carne, outras de cebola (para quem gostasse)...e NADA!!!Agora já só lá há uma magnólia e muito amor...
Jinho, BShell


De Paula a 18 de Março de 2005 às 17:14
Absolutamente maravilhoso...

Adorei!!!!!!!


De Lus a 17 de Março de 2005 às 21:56
Perfeito, como sempre...


De Lipinha a 17 de Março de 2005 às 16:53
Gostei do teu poema..mt mm mt forte ms ao mesmo tempo mt sensivel..**********


De Ocean a 14 de Março de 2005 às 20:39
Gostei do poema, sensivel e forte! Voltarei.


De Giraflor a 13 de Março de 2005 às 16:07
Venho agradeçer a visita ao meu blog!Gostei muito de cá estar...prometo voltar!=) Beijos**até À próxima!


De Ana a 13 de Março de 2005 às 11:45
Que profundo poeta... *


De Mnica a 12 de Março de 2005 às 19:38
E quantas pessoas sem afecto não existem?! Gostei do poema, continua sempre...sabe bem ler-te. Beijos


Comentar post

SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Oceano

Sentimentos apetecidos

Alambique

Apetece

Hollywood, Chá Preto e Pa...

Sonhadora

Pelos Olhos (Parte III)

Pelos Olhos (Parte II)

Pelos Olhos (Parte I)

Amigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Abril 2012

Fevereiro 2012

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

BLOGUISTAS
Em Fuga Júlio Perestrelo Umbigo na testa Mandarina Momentos e Olhares O Chapelhudo Próximo Futuro Rotação dos Tempos Sem Linhas
SOBRE MIM
JOÃO AMENDOEIRA
blogs SAPO
subscrever feeds